Resultados da busca por "Frequência cardíaca"

Resultados 1 - 10 de 78 Página 1 de 8
Sorted by: Relevance | Sort by: Data Resultados por página: 10 | 20 | 50 | Tudo

A Dobutamina e o Débito Cardíaco

Vamos entender primeiramente sobre o débito cardíaco, certo? O Débito cardíaco nada mais é o volume de sangue sendo bombeado pelo coração em um minuto. Sendo assim, é igual a frequência cardíaca multiplicada pelo volume sistólico! Mas quando o débito cardíaco não é suficiente, sendo que o indivíduo possui o que chamamos de insuficiência cardíaca, aí a dobutamina faz um papel importante. Essa droga é um catecolamina sintético e simpaticomimético, que auxilia na força de contração e facilita a passagem do impulso elétrico pelo coração! Ou seja, ele pode auxiliar no "fortalecimento" cardíaco, e assim aumentando a contratilidade cardíaca nestes…

Taquicardia VS Bradicardia: O que são?

Taquicardia e bradicardia são termos que são muitas vezes referidos por pacientes cardiopatas, no entanto, eles nem sempre conseguem distinguir as suas diferenças, e podem confundir com palpitações. O que é a Frequência Cardíaca? A freqüência cardíaca é o número de vezes que o coração bate por minuto e é expresso em batidas por minuto (bpm). Este valor deve ser coletado por um minuto para maior precisão, sempre entre batidas em ritmos regulares, podendo haver pequenas variações. Em um adulto normal durante o repouso, a freqüência cardíaca é geralmente entre 60 a 120 bpm. Afinal, o que é uma Taquicardia? É quando a frequência

Que Medicamento é Esse?: Esmeron

O brometo de rocurônio é indicado para ser usado juntamente com a anestesia geral para facilitar a intubação traqueal em procedimentos de rotina e indução de sequência rápida de anestesia, bem como para relaxar a musculatura esquelética durante as intervenções cirúrgicas. Também é indicado para pessoas internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para facilitar a intubação e a respiração artificial. Como Funciona? O brometo de rocurônio pertence ao grupo de substâncias chamadas relaxantes musculares, as quais são utilizadas durante cirurgias como parte da anestesia geral. Quando você é operado, seus músculos precisam estar completamente relaxados. Isso facilita a tarefa…

Quais são as variáveis e métodos usados durante a Monitorização Hemodinâmica Básica?

As variáveis e métodos recomendados como componentes da Monitorização Hemodinâmica Básica são: freqüência cardíaca, diurese, ECG contínuo, SpO2, PAM não-invasiva, freqüência respiratória, temperatura, PVC e PAM invasiva. A utilização da monitorização com PAM invasiva deverá ser indicada de forma individualizada. A monitorização de sinais vitais é indispensável durante o acompanhamento de pacientes graves. Entretanto, cabe ressaltar que a sensibilidade destas variáveis é limitada, sendo tanto maior quanto mais grave o paciente. Portanto, se a normalização dos sinais vitais não é sinônimo de estabilidade, por outro lado, sinais vitais anormais são um importante alerta de gravidade.
Leia mais sobre » Quais são as variáveis e métodos usados durante a Monitorização Hemodinâmica Básica?

Bacteremia: O que é?

A Bacteremia basicamente se trata de uma intoxicação no sangue, essa intoxicação é causa pela presença de bactérias. É forma mais comum pela qual as bactérias se espalham pelo corpo humano, isso causa doenças como meningite, endocardite e muitas outras. A simples presença de bactérias no sangue já se caracteriza como Bacteremia. Essa a principal forma de bactérias se espalharem pelo corpo do ser humano. Quando as bactérias se espalham pelo corpo humano podem causar meningite, endocardite e muitas outras doenças perigosas. Sinais e Sintomas A presença de bactérias na corrente sanguínea normalmente é assintomática, no entanto, quando ocorre a resposta…

MAPA e Holter: Entenda as diferenças

Os exames MAPA e Holter são alguns dos mais indicados para o diagnóstico de diversas doenças cardíacas. Apesar de parecidos, eles têm diferenças e é importante saber quais são elas para recomendar o exame mais adequado. O MAPA O exame de Monitoração Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA) é um exame usado para a verificação da pressão arterial de forma mais aprofundada. Enquanto o esfigmomanômetro verifica apenas a pressão sanguínea momentânea, o MAPA consegue acompanhar as oscilações durante determinado tempo. O MAPA é um aparelho semelhante a um gravador portátil, que coleta as informações sobre a condição do paciente, de acordo com as…

Derrame Pericárdico

O que é o Derrame Pericárdico? O derrame pericárdico consiste no acúmulo de líquido, que pode ser plasma ou sangue, na membrana que envolve o coração, podendo provocar um tamponamento cardíaco que é uma situação grave que pode levar à morte. A camada externa (fibrosa) do pericárdio é resistente e elástica. A membrana interna (serosa) forma uma segunda camada em volta do coração, separada por uma película de 15 a 50 ml de líquido lubrificante. Na efusão pericárdica há excesso de líquido (100 ml ou mais), causado por inflamação na membrana serosa, que pode interferir no bombeamento do sangue. A…

Os Betabloqueadores

Os betabloqueadores reduzem a frequência cardíaca, diminuem a sobrecarga do coração, reduzem a pressão arterial, reduzem mortes por doenças cardíacas, e muitos deles estão disponíveis atualmente, incluindo: Propranolol (Inderal); Acebutolol (Sectral); Atenolol (Tenormin); Betaxolol (Kerlone); Carteolol (Cartrol); Metoprolol (Lopressor/Toprol XL); Nadolol (Corgard); Penbutolol (Levatol); Pindolol (Visken); Carvedilol (Coreg); Timolol (Blocadren); Labetalol (Normodyne); Nebivolol (Bystolic) Os medicamentos podem diferir em seus efeitos e benefícios. PROBLEMAS COM BETABLOQUEADORES Em contrapartida, estudos sugerem um risco maior de desenvolver diabetes do tipo 2 em pessoas que recebem betabloqueadores. Além disso, as pessoas que já possuem diabetes devem ter cuidado ao tomar betabloqueadores com outras…

Marcapasso

O marcapasso cardíaco ou marca-passo é um pequeno aparelho que é colocado no peito ou abdômen para ajudar a controlar ritmos anormais do coração. O marcapasso usa pulsos elétricos para fazer com que o coração bata em ritmo normal. O coração tem seu próprio sistema elétrico que controla a freqüência e ritmo do batimento cardíaco. Em cada batimento cardíaco, um sinal elétrico se espalha do tipo do coração até abaixo dele. À medida que o sinal viaja, ele faz com que o coração contraia e bombeie sangue. Falha no sistema elétrico do coração causa arritmias. Um marcapasso usa pulsos elétricos…
 
error:
Avaliações Gerais Coberturas para Curativos CCIH Cálculos na Enfermagem Distúrbios Pulmonares