Resultados da busca por: acesso venoso

Resultados 1 - 10 de 143 Página 1 de 15
Resultados por página: 10 | 20 | 50 | 100

Cateter Venoso Central (CVC)

Relevância:100%      Publicado em:15 15+00:00 novembro 15+00:00 2016

Cateter Venoso Central (CVC)

Os Cateteres Venosos Centrais (CVC) são cateteres cuja ponta se localiza numa veia de grosso calibre. A inserção do cateter pode ser por punção de veia jugular, subclávia, axilar ou femural. Tem por finalidade permitir uma terapia adequada em doentes que necessitem de intervenções terapêuticas complexas. São geralmente necessitados em casos de Emergência, Unidade de cuidados intensivos, Pós-operatórios imediatos de cirurgias complexas, Patologias que requerem medidas terapêuticas prolongadas.

Cateter Venoso Central (CVC)

Relevância:96%      Publicado em:26 26+00:00 agosto 26+00:00 2019

Cateter Venoso Central (CVC)

Os Cateteres Venosos Centrais (CVC) são cateteres cuja ponta se localiza numa veia de grosso calibre. A inserção do cateter pode ser por punção de veia jugular, subclávia, axilar ou femoral. Tem por finalidade permitir uma terapia adequada em doentes que necessitem de intervenções terapêuticas complexas. São geralmente necessitados em casos de Emergência, Unidade de cuidados intensivos, pós-operatórios-operatórios imediatos de cirurgias complexas, Patologias que requerem medidas terapêuticas prolongadas. As principais indicações para a CVC Hipovolemia Refratária; Hipotensão Grave; Medida de PVC; Hemocomponentes; Utilização de Drogas Vasoativas; Acesso periférico difícil, quimioterapia, transplante de medula óssea, nutrição parenteral; Existem cateteres de diversos…

Catéter Venoso Central (CVC)

Relevância:91%      Publicado em:28 28+00:00 julho 28+00:00 2018

Catéter Venoso Central (CVC)

Los catéteres venosos centrales (CVC) son catéteres cuya punta se ubica en una vena de grueso calibre. La inserción del catéter puede ser por punción de vena yugular, subclavia, axilar o femoral. Tiene por objeto permitir una terapia adecuada en pacientes que necesiten intervenciones terapéuticas complejas. Se necesitan en casos de emergencia, unidad de cuidados intensivos, postoperatorio inmediatos de cirugías complejas, patologías que requieren medidas terapéuticas prolongadas. Las principales indicaciones para la CVC Hipovolemia Refractaria; Hipotensión Grave; Medida de PVC; Hemoderivados; Uso de Drogas Vasotivas; Acceso periférico difícil, quimioterapia, trasplante de médula ósea, nutrición parenteral.; Hay catéteres de varios lúmenes…

Tromboembolismo Venoso (TEV)

Relevância:89%      Publicado em:5 05+00:00 março 05+00:00 2017

Tromboembolismo Venoso (TEV)

O tromboembolismo venoso (TEV) é uma doença muito mais freqüente do que se imagina, principalmente nos pacientes acamados ou hospitalizados. O TEV inclui a trombose venosa profunda (TVP) e o tromboembolismo pulmonar (TEP), que é uma condição grave e potencialmente fatal que pode complicar a evolução de pacientes em geral, em específico com câncer.

Como realizar uma boa anotação de enfermagem?

Relevância:33%      Publicado em:27 27+00:00 março 27+00:00 2017

Como realizar uma boa anotação de enfermagem?

Os registros efetuados pela equipe de enfermagem (enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem) têm a finalidade essencial de fornecer informações sobre a assistência prestada, assegurar a comunicação entre os membros da equipe de saúde e garantir a continuidade das informações nas 24 horas, condição indispensável para a compreensão do paciente de modo global. Os registros realizados no prontuário do paciente tornam-se um documento legal de defesa dos profissionais, devendo, portanto, estar imbuídos de autenticidade e de significado legal. Os mesmos refletem todo o empenho e força de trabalho da equipe de enfermagem, valorizando, assim, suas ações. Todo documento particular, caso…

Oxigenação por membrana Extra-Corpórea (ECMO)

Relevância:28%      Publicado em:25 25+00:00 junho 25+00:00 2020

Oxigenação por membrana Extra-Corpórea (ECMO)

A Oxigenação por Membrana Extra-Corpórea (ECMO) é uma modalidade de suporte de vida extracorpóreo que possibilita suporte temporário à falência da função pulmonar e/ou cardíaca, refratária ao tratamento clínico convencional. O circuito padrão da ECMO é composto por: bomba de propulsão de sangue, oxigenador, cânulas de drenagem e retorno do sangue, sensores de fluxo e pressão, sistema de controle de temperatura para resfriamento ou aquecimento do sangue, e pontos de acesso arterial e venoso para coleta de sangue no circuito. Bomba de propulsão A função da bomba de propulsão é impulsionar o sangue do paciente para a membrana oxigenadora, gerando…

Prevenção e Controle de Infecção: Qual é a Rotina da Troca de Dispositivos em sua Instituição?

Relevância:24%      Publicado em:18 18+00:00 julho 18+00:00 2019

Prevenção e Controle de Infecção: Qual é a Rotina da Troca de Dispositivos em sua Instituição?

A assistência em saúde é um processo complexo que não está isento de riscos e de possíveis eventos adversos. Dentre as possíveis complicações decorrentes do cuidado em saúde, destacam-se as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), as quais se constituem em problemas frequentes,  principalmente nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), apresentando-se com altas taxas de incidência e morbimortalidade. Em se tratando das IRAS mais comumente identificadas no cenário de cuidados críticos, destacam-se especialmente as infecções de corrente sanguínea (ICS), em detrimento da utilização de dispositivos invasivos, a exemplo de cateteres venosos centrais (CVC). Dispositivos estes que podem ser inseridos…

Flebite

Relevância:24%      Publicado em:25 25+00:00 julho 25+00:00 2019

Flebite

A flebite é uma das complicações mais frequentes do uso de cateteres venosos periféricos (CVP). Caracterizando-se por uma inflamação aguda da veia, causando edema, dor, desconforto, eritema ao redor da punção e um “cordão” palpável ao longo do trajeto da veia. Os principais fatores que ocorrem em uma flebite nas punções venosas é longa permanência dos acessos venosos, e a má assepsia do curativo. CLASSIFICAÇÕES A flebite pode ser classificada de acordo com os fatores causais, os quais podem ser químicos, mecânicos ou infecciosos: Mecânico: é predominantemente em razão de problemas no cateter, o qual causa trauma no interior da…

Hemodiálise intensiva

Relevância:17%      Publicado em:24 24+00:00 junho 24+00:00 2016

Hemodiálise intensiva

A insuficiência renal aguda é uma complicação comum nos pacientes em estado crítico internados em um UTI. Quando os rins param de funcionar, é preciso inciar um tratamento chamado hemodiálise. A máquina de hemodiálise procura fazer o papel do rins, retirando as toxinas do organismo e controlando o volume de água e os níveis de eletrólitos (sais minerais) do sangue. O paciente ficará fazendo hemodiálise até que os seus rins mostrem sinais de recuperação. As sessões de hemodiálise podem ser contínuas, isto é, por 24h ininterruptas, ou por apenas algumas horas durante o dia, dependendo da gravidade do caso. A hemodiálise…

Procedimento Coronário Invasivo: A Pulseira Hemostática

Relevância:15%      Publicado em:6 06+00:00 maio 06+00:00 2019

Procedimento Coronário Invasivo: A Pulseira Hemostática

O Procedimento Coronário Invasivo dá se pelos procedimentos como o Cateterismo Cardíaco, onde é um procedimento invasivo e cirúrgico que utiliza diferentes tipos de cateteres para registros de pressões intra-cardíacas, colheita de amostras sanguíneas e injeções intra-cardíacas de contraste radiopaco. Este procedimento é realizado sob emissão de Raios-X na forma de fluoroscopia para dirigir o cateter ao local a ser estudado e cinefluoroscopia para registro de imagens digitalizadas em CD. Para cada local a ser explorado usam-se cateteres de medidas e angulações diferentes. O que pode ser realizado através do Cateterismo Cardíaco? - Angiocoronariografia; - Ventriculografia; - Aortografia; - Arteriografia pulmonar;…

error:
:)