Resultados da busca por: cateter vesical

Resultados 1 - 10 de 124 Página 1 de 13
Resultados por página: 10 | 20 | 50 | 100

A prática de instilação de lidocaína gel no canal uretral masculino para inserção de cateter vesical é cientificamente provada?

Relevância:100%      Publicado em:23 23+00:00 julho 23+00:00 2019

A prática de instilação de lidocaína gel no canal uretral masculino para inserção de cateter vesical é cientificamente provada?

De acordo com a ANVISA (1), há indicação de introduzir gel lubrificante estéril, de uso único, com ou sem anestésico, na uretra masculina, durante a técnica de inserção do cateter vesical (Grau da evidência A-III). Segundo Homenko (2), a recomendação é a utilização de substâncias hidrossolúveis, como a lidocaína geleia a 2%, na introdução do cateter. Nos pacientes do sexo masculino, sugere-se a instilação uretral de 15 a 20 ml, enquanto que, nas pacientes do sexo feminino, esta lubrificação pode ser realizada diretamente no cateter urinário. A lubrificação do cateter é realizada com o intuito de evitar as complicações passíveis…

Cateter Vesical de Alívio

Relevância:99%      Publicado em:20 20+00:00 novembro 20+00:00 2017

Cateter Vesical de Alívio

A Sonda de Nelaton, também chamada de Cateter ou Sonda Vesical de Alívio, é um dispositivo muito utilizado em procedimento invasivo vesical que consiste em introduzir um cateter estéril através da uretra até a bexiga. Assim que esse cateter chega à bexiga, a urina é eliminada, causando alívio ao paciente. Feito o procedimento, o cateter é retirado e descartado.

Treinamento vesical prévio à remoção de sonda vesical de demora (SVD) é recomendado?

Relevância:76%      Publicado em:21 21+00:00 julho 21+00:00 2019

Treinamento vesical prévio à remoção de sonda vesical de demora (SVD) é recomendado?

A recomendação de clampeamento intermitente do cateter prévio à remoção de sonda vesical de demora ou qualquer outro preparo, independentemente do tempo de permanência do dispositivo, apesar de muito comum na rotina dos serviços de saúde, não possui evidências científicas de benefício. Pessoas que estão em uso de cateteres urinários devem ser avaliadas com frequência para a possibilidade de remoção* do dispositivo e retomada da micção espontânea, conduta que diminui o risco de infecções do trato urinário e de sequelas, como incontinência e retenção urinária. Como também não há consenso sobre como fazer a remoção de SVD, considerando o cenário…

Cateterismo Vesical de Demora

Relevância:68%      Publicado em:5 05+00:00 agosto 05+00:00 2019

Cateterismo Vesical de Demora

Sonda vesical ou cateter urinário é um tubo de látex, poliuretano ou silicone inserido na uretra até a bexiga para coletar urina para exames ou para injetar substâncias no tratamento de uma cistite (bexiga inflamada). Conforme a RESOLUÇÃO COFEN Nº 0450/2013, o cateterismo passou a ser realizado por um enfermeiro. As Pontas Distais A utilização dos diversos cateteres com pontas distintas irá depender da patologia que o paciente apresenta, e também sua característica física. Algumas delas são inseridas somente em procedimento cirúrgico. O Cateter ou Sonda de Foley Existem vários tipos de cateter urinário, portanto, estamos abordando sobre o Cateter Foley ou também chamado de Sonda permanente. A sonda é mantida no lugar por um balão…

O Técnico de Enfermagem e o Cateterismo Vesical

Relevância:66%      Publicado em:23 23+00:00 fevereiro 23+00:00 2017

O Técnico de Enfermagem e o Cateterismo Vesical

Pergunta: “Sou técnico de enfermagem e gostaria de saber se o Técnico ou Auxiliar de Enfermagem podem fazer sondagem vesical de demora. Minha enfermeira disse que podemos fazer, pois não há enfermeiro para executar o procedimento então ela se responsabiliza. Eu acho que só podemos fazer a de alívio. Está certo?” Resposta: Segundo a ANVISA “Cerca de 70% a 88% dos casos de ITU ocorrem em pacientes submetidos a cateterismo vesical e 5% a 10% em pacientes após cistoscopias ou procedimentos cirúrgicos com manipulação do trato urinário.” O cateterismo vesical carece há muito de uma normatização uma vez que uma…

Swan-Ganz: Cateter de Artéria Pulmonar

Relevância:65%      Publicado em:19 19+00:00 julho 19+00:00 2017

Swan-Ganz: Cateter de Artéria Pulmonar

O cateter de Swan-Ganz ou cateter de artéria pulmonar foi desenvolvido na década de 1960 e, em 1970, Jeremy Swan e Willian Ganz publicaram um trabalho que revolucionou a medicina intensiva, cateterizando a artéria pulmonar à beira leito de maneira segura com o mínimo de complicações possíveis. Com ele, podemos obter dados como débito cardíaco e saturação venosa mista, que nos permitem cálculos de metabolismo tecidual, e das pressões das câmaras cardíacas direitas, pressão venosa central, pressão na artéria pulmonar e pressão capilar pulmonar, que nos permitem calcular a resistência vascular sistêmica e pulmonar, por exemplo. O principal objetivo é…

Quem pode prescrever o Cateterismo Vesical?

Relevância:63%      Publicado em:28 28+00:00 abril 28+00:00 2017

Quem pode prescrever o Cateterismo Vesical?

Pergunta: "Olá, sou Técnica de Enfermagem e trabalho em um Pronto Socorro público em São Paulo. Semana passada, logo no início do plantão um Enfermeiro, após examinar um paciente, pediu que eu preparasse o material para Sondagem Vesical do mesmo. Preparei o material e como já era a terceira vez que o paciente apresentava bexigoma o Enfermeiro realizou a sondagem vesical de demora, SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA. Isto está certo? Não é só o médico que pode solicitar a sondagem vesical?" Sua pergunta vem em um momento em que as mensagens sobre sondagem vesical inundam nossa caixa de entrada. Mas esta traz…

O Cateter Permcath: O que é?

Relevância:63%      Publicado em:5 05+00:00 dezembro 05+00:00 2018

O Cateter Permcath: O que é?

O Cateter de Permcath é um pouco diferente do Cateter de Shilley. Mesmo que ambos sejam para sua principal função, que é permitir a hemodiálise ao paciente, o cateter de Shilley é muito utilizado como procedimento temporário, outras vezes é um procedimento de transição para a fístula, e outras vezes, é definitivo. O que é o Cateter Permcath? O Nome Permcath já provém do significado vindo do inglês: "Perm" de permanência e "Cath" de cateter, onde o mesmo é de longa permanência, podendo ficar em até dois anos implantado em uma veia de grosso calibre central, geralmente através da veia…

A Irrigação Vesical Contínua: O que é?

Relevância:61%      Publicado em:3 03+00:00 julho 03+00:00 2019

A Irrigação Vesical Contínua: O que é?

Você está com um paciente sob tratamento urológico, e o médico solicita a Irrigação Vesical de forma contínua nele. Mas o que é uma Irrigação Vesical? A Irrigação Vesical em si nada mais é do que a infusão de solução para lavagem contínua da bexiga urinária, geralmente com solução fisiológica a 0,9% gelado ou em temperatura ambiente através de equipos específicos de irrigação, ou por bomba de infusão, em um cateter vesical tipo Folley 3 vias. Quais são as Indicações? -Necessidade de introduzir soluções para tratamento de inflamações irritações e infecções da bexiga; -Prevenir obstruções do trato urinário, removendo coágulos…

Qual o tempo de permanência preconizado para o cateterismo vesical de demora?

Relevância:59%      Publicado em:21 21+00:00 julho 21+00:00 2019

Qual o tempo de permanência preconizado para o cateterismo vesical de demora?

Na literatura são descritas diferentes técnicas e orientações com relação ao tempo de permanência da sonda, podendo ter sua troca realizada semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente,  mas não há consenso1.  O guidelines da American Urological Association (AUA), dados de pesquisas utilizadas na construção do guidelines eram insuficientes para realizar recomendações sobre se a rotina de mudança do cateter (por exemplo, a cada 2-4 semanas) reduziria o risco de infecção de trato urinário ou bacteriúria assintomática associada ao cateterismo em pacientes com cateterismo de demora ou pacientes com cateterismo supra-púbico, mesmo em pacientes que experimentam repetida obstrução de cateter 3. O International Clinical Practice Guidelines from…

error:
:)