Resultados da busca por "Lactato de ringer"

Resultados 11 - 17 de 17 Página 2 de 2
Sorted by: Data | Sort by: Relevance Resultados por página: 10 | Tudo

Que Medicamento é Esse?: Piperacilina/Tazobactam

[…]Crianças 1. Infecções febris em pacientes pediátricos, que apresentem baixa quantidade de células sanguíneas responsáveis pela defesa do organismo (neutrófilos) em associação a um aminoglicosídeo (classe de antibiótico como amicacina). 2. Infecções intra-abdominais em crianças com 2 anos ou mais. Como Funciona? Este medicamento é uma associação antibacteriana injetável que consiste de um antibiótico, a piperacilina sódica, utilizada contra as principais bactérias sensíveis a este antibiótico causadoras de infecção, e um ácido, tazobactam sódico, que age inibindo a resistência que algumas bactérias adquirem ao antibiótico piperacilina. A sua ação farmacológica inicia-se imediatamente após a sua entrada no sangue. Os Efeitos Colaterais […]

¿Qué medicamento es éste?: Piperacilina/Tazobactam

[…]en pacientes pediátricos, que presenten baja cantidad de células sanguíneas responsables de la defensa del organismo (neutrófilos) en asociación con un aminoglucósido (clase de antibiótico como amicacina). Infecciones intraabdominales en niños de 2 años o más. ¿Como funciona? Este medicamento es una combinación antibacteriana inyectable que consiste en un antibiótico, la piperacilina sódica, utilizada contra las principales bacterias sensibles a este antibiótico causante de infección, y un ácido, tazobactam sódico, que actúa inhibiendo la resistencia que algunas bacterias adquieren al antibiótico piperacilina. Su acción farmacológica se inicia inmediatamente después de su entrada en la sangre. Los Efectos Colaterales Cardiovascular: Arritmias, […]

Abreviações mais Comuns Utilizadas na Prescrição Médica

[…]um manual de siglas e abreviaturas que podem ser utilizadas no registro de documentos. A Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, criou um Manual de Siglas e Abreviaturas, e a sua utilização é obrigatória! De forma a contemplar e preservar as siglas e abreviaturas empregadas em diferentes setores do Hospital, em concordância com a literatura e terminologia técnica recomendadas, um manual foi dividido em especialidades. Também foi destacado as siglas e abreviaturas que jamais devem ser utilizadas em prontuários, a fim de se evitar a ocorrência de erros. O QUE NÃO USAR NO REGISTRO DOS PRONTUÁRIOS  O sinal […]

Principais Soluções Utilizadas na UTI

[…]as variáveis hemodinâmicas, o transporte e o consumo de oxigênio, normalizando os níveis de lactato e corrigindo a acidose intracelular, sem acarretar complicações em outros órgãos já eventualmente comprometidos no doente grave (coração, pulmão, sistema nervoso central e rins). Tipos de Soluções Podem ser de pequenas partículas, irônicas ou aniônicas. São classificadas em hipotônicas, (SGl 5%); isotônicas (Ringer, SF 0,9%) ou hipertônicas (NaCl 7,5%). Distribuem-se livremente no meio extracelular pois atravessam a membrana vascular. Soluções cristalóides ou isotônicas (SF 0,9%, Ringer Simples e Ringer Lactato) As moléculas da solução cristalóide são de pequeno tamanho e, como conseqüência, cruzam livremente o endotélio […]

O Carrinho de Emergência

[…]a padronização dos carros de emergência, objetivando homogeneizar o conteúdo e quantidade de material dos carrinhos nas diferentes unidades, retirando o desnecessário e acrescentando o indispensável, de forma a agilizar o atendimento de emergência e reduzir o desperdício. Os setores em que se dever obter estes carrinhos são Unidade de Internação, Pronto Socorro, Unidade de Terapia Intensiva, Unidade Coronariana, Centro Cirúrgico, Unidade Ambulatorial, Hemodinâmica, entre outros. A quantidade de drogas e equipamentos deve ser estipulada conforme necessidade da área e rotina institucional. Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem devem estar preparados para atender, de forma sistematizada e padronizada, uma situação de […]

Terminologias utilizadas em UTI

[…]respiração de forma não invasiva, utilizando máscaras nasal ou facial, para evitar a necessidade de intubação. CAPD – Diálise peritoneal ambulatorial contínua CEC – Circulação extracorpórea CIA – Comunicação intra-arterial CID – Comunicação intravascular disseminada CINE – Cinecoronariografia CIV – Comunicação intraventricular CIVD – Coagulação intravascular disseminada CPAP – Em inglês de Contiunous Positive Airway Pressure ou seja, pressão positiva contínua na via aérea. CT – Tomografia computadorizada D – Indicação do lado direito DC – Débito cardíaco DDH – Decúbito dorsal horizontal DL- Duplo lúmen DLD ou DLE – Decúbito lateral direito ou esquerdo respectivamente DM – Diabetes mellitus […]

Cuidados com o paciente em morte encefálica ou suspeita de morte encefálica

[…]de morte encefálica é normatizado pela resolução CFM nº. 1.480/1997 e uma sucessão de leis desde 1968 até a atual Lei 10.211 de março de 2002. Dados do SAME do Hospital João XXIII apontam para 1,6 paciente com suspeita clínica de morte encefálica (que corresponde a cessação das funções neurológicas dos hemisférios cerebrais e tronco encefálico) por dia, que necessitam de cuidados intensivos indepen- dentemente do setor em que se encontram internados no hospital. O indivíduo com suspeita clínica de ME é um paciente grave, geralmente neurológico, que necessita de cuidados específicos de suporte intensivo, sem que necessariamente ocupe um […]
Leia mais sobre » Cuidados com o paciente em morte encefálica ou suspeita de morte encefálica
error:
Drenos Ilustrados Cuidados de Enfermagem Fundamentos de Enfermagem O que cai nas provas para Técnico em Enfermagem? Que medicamento é esse?