Notícias da Enfermagem

Polêmica de Fred Nicácio com enfermeiros extrapola “BBB” e ele se explica

Fred Nicácio gerou polêmica no “BBB 23” ao relatar um caso de racismo que sofreu no passado, mas a história acabou se voltando contra ele, repercutiu nas redes sociais e até no Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo. Cobrado na casa da Globo, ele precisou se explicar melhor.

Na conversa, o médico relatou a época em que era fisiotepareuta e sofreu preconceito por parte de uma enfermeira branca: “Vi um médico entubando e disse: ‘Eu queria fazer isso aí’. E daí, uma enfermeira branca disse: ‘Sai daí, menino, isso aí é só pra médico’. Tá bom”. Sete anos depois, amor, eu voltei lá, e ela foi minha enfermeira. É, tô aqui, doutor Fred Nicácio, e aí? Agora eu vou entubar e você vai me ajudar. Porque a gente trata racista assim, expondo, porque quem criou o constrangimento que lide com ele”.

Cezar Black, que é enfermeiro, acabou se sentindo ofendido com a declaração: “As pessoas têm o estigma de dizer que enfermeiro é secretário. Fred falou tentando parecer ser algo de positivo, ‘a enfermeira me criticou porque eu era fisioterapeuta, mas depois virei médico e ela tinha que me auxiliar’, pra gente é super ofensivo”, desabafou o brother.

Em meio à polêmica, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren) decidiu se posicionar se posicionar.

“O Coren-SP condena qualquer fala ou atitude que vincule a enfermagem a uma inferioridade frente a demais profissões e defende o cuidado integrado e respeitoso das equipes multidisciplinares também como uma forma de valorização à categoria”, diz trecho da nota do Conselho.

Até a equipe de Nicácio se manifestou em suas redes sociais: “Pedimos desculpas pela forma como ele contou, que poderia ter sido melhor contextualizada. Fred entrou no BBB para viver esse experimento social, errar e ser corrigido”.

Mas Nicácio teve tempo de explicar melhor.

Logo em seguida, Cezar decidiu conversar com Fred para tentar entender o seu ponto de vista e quis deixar bem claro que “enfermeiro não é auxiliar de médico”.

Nicácio então afirmou: “Não disse auxiliar, eu disse ajudar. Estava me referindo ao fato de termos que trabalhar juntos em um processo de intubação, e não que ela teria que me ajudar, que ela responderia à mim ou coisa do tipo”.

“Ela ia ter que trabalhar junto comigo como médico, era uma lição de vida para ela”, continuou. “Foi por conta disso, jamais colocaria ela em uma posição de menor importância. O universo que se encarregou disso. Ela nunca mais vai falar que uma pessoa preta não pode realizar o sonho dela. Foi uma verdadeira lição”, afirmou ele.

“O mais interessante disso tudo é a representatividade, eu como médico, você como enfermeiro… se a gente não vê que existe, como a gente vai querer ser, acreditar que eu posso? Eu nunca tinha visto um médico preto, e ela vem e me fala isso? É destruidor, mas dei a volta por cima”, concluiu Fred Nicácio.

E fim da polêmica.

Veja abaixo as reações que aconteceram sem que Nicácio soubesse.

Fonte: Pipoca Moderna

Comentários
Christiane Ribeiro
Técnico de Enfermagem Intensivista (há 12 anos), atuante em UTI Adulto: Geral, Cardiológica, COVID-19. Além de ser profissional de saúde, sou ilustradora digital, e nos tempos livres dedico à ilustrações da saúde para estudantes e profissionais, e também sou uma influenciadora digital na enfermagem.
https://enfermagemilustrada.com