Espectro Equimótico

As Equimoses são lesões decorrentes da infiltração hemorrágica na intimidade dos tecidos. Mas, nem sempre surgem de imediato ou nos locais de traumatismo!

Ocorre derrame sanguíneo interno e, com isto, ocorre produção de mancha de variado tamanho, conforme a extensão da área que sofreu o choque.  O material extravasado vai ser reabsorvido e isto provoca uma variação cromática que vai do início ao pleno reparo da lesão.

É utilizado o que chamamos de “Espectro Equimótico de Legrand du Saulle”, onde é possível avaliar a data da lesão ou se ocorreram várias lesões em dias diferentes, através das mudanças de tonalidades.

Em geral, é vermelha no primeiro dia, violácea no segundo e terceiro, azul do quarto ao sexto, esverdeada do sétimo ao 10º, amarelada por volta do 12º, desaparecendo em torno do 15º ao 20º dia.

Lembrando que é dados aproximativos, conforme literaturas abrangentes no assunto.

Referências:

1. FRANÇA, G.V. Medicina Legal. 6ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

Comentários