Papaína a 10%

A Papaína é uma enzima proteolítica proveniente do mamão, Carica papaya Linn., e é muito empregada na indústria alimentícia, cosmética e farmacêutica.

No Brasil, Lina Monetta foi a primeira autora a reportar cientificamente os resultados da utilização da papaína in natura, bem como diluída no tratamento de feridas.

No entanto, o uso da papaína já é consagrado na literatura internacional desde a década de 50.

BENEFÍCIO:

  • Promove desbridamento químico / enzimático;
  • Bactericida e bacteriostático.

INDICAÇÃO DE USO:

  • Lesões com presença de granulação (concentração 2%);
  • Necrose de liquefação / esfacelo (4-6%);
  • Necrose de coagulação/escara (8-10%);
  • Feridas secas ou exsudativas;
  • Planas e/ou cavitárias;
  • Feridas infectadas.

PRECAUÇÃO/CONTRAINDICAÇÃO:

  • Sensibilidade aos componentes do produto;
  • Pacientes alérgicos à látex não devem utilizar a papaína.

FREQUÊNCIA DE TROCA:

  • A cada 24 horas, antes se o curativo secundário estiver saturado.

CONSIDERAÇÕES:

Os recipientes utilizados para diluição e armazenamento não devem ser metálicos, pois provocam oxidação e inativação da enzima.

Comentários