Curativo para Traqueostomia


Hoje em dia existem tecnologias à favor aos cuidados com o paciente traqueostomizado, obtendo coberturas para curativos essenciais ao cuidado tanto em âmbito hospitalar e domicilar, o que chamamos de “Curativos para Traqueostomia” à base de espuma de poliuretano e hidrocelular.

Vantagens

  • A estrutura exclusiva do curativo permite que o mesmo absorva grandes quantidades de secreção;
  • A secreção deve estar bem fluída para melhor absorção pelo curativo;
  • Previne a maceração e auxilia a manter as boas condições da pele na área periestomal;
  • Capacidade de permanecer no local por até 7 dias;
  • Minimiza a aderência tanto à pele periestomal quanto à cânula de traqueostomia, reduz o trauma ao paciente durante o uso e a troca;
  • A película externa de poliuretano do curativo age como barreira contra bactérias, prevenindo contaminação. É também uma barreira contra líquidos, o que evita extravazamento de secreções pela parte frontal do curativo;
  • O curativo proporciona aparência limpa e funcional que auxilia o paciente e seus cuidadores.

Algumas Observações e Cuidados de Enfermagem

  • O Curativo para Traqueostomias deve ser trocado antes que o curativo fique saturado.Isso ocorrerá quando for observada uma mancha escura sob a película externa, aproximadamente a 1 cm de distância da borda, quando o curativo secundário apresentar sinais de saturação (como aumento de volume) ou quando o curativo for retirado para trocas rotineiras;
  • Intervalo de Trocas: pode permanecer no local por até sete dias, dependendo da quantidade de exsudato, e durante o início do tratamento o curativo deve ser inspecionado regularmente, e a necessidade da frequência da troca deve ser avaliada pelo profissional da saúde responsável.

Hidrofibra

A Hidrofibra (Aquacel) é um curativo altamente absorvente para feridas com baixa a moderada exsudação, que proporciona um ambiente úmido facilitador do processo de granulação.

Este curativo é mais aderente devido a presença de uma camada de hidropolímero com capacidade de expansão e manutenção da adesão do curativo a lesão.

Apresentação

Apresentação em placa ou fita. Pode estar associado à prata.

BENEFÍCIO:

  • Mantém o meio úmido;
  • Favorece o desbridamento autolítico;
  • Absorve grande quantidade de exsudato;
  • Reduz a dor e o trauma no momento da troca;

INDICAÇÃO DE USO:

  • Feridas com moderada a grande quantidade de exsudato;
  • Feridas infectadas ou com risco de infecção;
  • Úlceras vasculares, diabéticas e LPP;
  • Queimaduras de espessura parcial (2ª grau);

PRECAUÇÃO/CONTRAINDICAÇÃO:

  • Feridas secas;
  • Sensibilidade aos componentes do produto.

FREQUÊNCIA DE TROCA:

  • Feridas limpas: até 7 dias;
  • Feridas infectadas: no máximo 3 dias;
  • Com prata: remover somente por vazamento, sangramento excessivo, dor ou em no máximo 7 dias.

CONSIDERAÇÕES:

  • Manter borda de no mínimo 1 a 2 cm em todos os lados;
  • Pode ser recortado;
  • Não deve ser associado com produtos à base de óleo.

Placa de Carvão Ativado

A Placa de Carvão Ativado é uma cobertura estéril, composto por uma camada de carvão ativado impregnado com prata inserida em um sachê de não tecido, podendo ser associado com prata.

Composição:

Uma camada de tecido de carvão ativado impregnado com prata inserido em um envoltório de não tecido com borda selada em toda sua extensão.

BENEFÍCIO:

  • Absorção;
  • Controla o odor;
  • Reduz flora bacteriana pela ação da prata.

INDICAÇÃO DE USO:

  • Feridas infectadas com ou sem odor;
  • Feridas profundas com exsudação moderadas à abundante.

PRECAUÇÃO/CONTRAINDICAÇÃO:

  • Feridas limpas;
  • Queimaduras;
  • Feridas pouco exsudativas, hemorrágicas ou com necrose de coagulação/escara.

FREQUÊNCIA DE TROCA:

  • A saturação do tecido de carvão ativado acontece, em média, em 3 a 4 dias, podendo ficar no leito até 7 dias;
  • Estabelecer necessidade de troca do curativo secundário conforme avaliação do profissional que acompanha o cuidado.

CONSIDERAÇÕES:

Havendo aumento do intervalo de trocas, devido à diminuição do exsudato, deve-se suspender o uso dessa cobertura para evitar o ressecamento do leito da ferida.

CURIOSIDADE: Existem hoje, no mercado, curativos a base de carvão ativado que podem ser recortados de acordo com o tamanho da lesão.

Óleo Ácido Graxo Essencial (AGE)

O óleo ácido graxo essencial (AGE) ou ácidos gordos essenciais são os ácidos graxos que não são produzidos bioquimicamente pelos seres humanos e devem ser adquiridos da dieta.

O termo “óleo ácido graxo essencial” refere-se aos ácidos graxos necessários aos processos biológicos e não à aqueles que funcionam como fonte de energia.

Este óleo vegetal é composto por ácido linoleico, ácido caprílico, ácido cárpico, vitamina A, E e lecitina de soja.

BENEFÍCIO:

  • Mantém o meio úmido;
  • Promove angiogênese;
  • Acelera o processo de granulação tecidual;
  • Forma película protetora na pele;
  • Auxilia o desbridamento autolítico;
  • Pode ser usado em qualquer fase de cicatrização.

INDICAÇÃO DE USO:

  • Prevenção de LPP;
  • Feridas com tecido de granulação.

PRECAUÇÃO/CONTRAINDICAÇÃO:

  • Pode ocorrer hipersensibilidade;
  • Feridas com necrose e /ou infecção.

FREQUÊNCIA DE TROCA:

  • Trocar no máximo a cada 24 h ou sempre que o curativo secundário estiver saturado.

CONSIDERAÇÕES:

  • O uso prolongado pode causar hipergranulação da ferida;
  • Pode ser associado a outras coberturas.