Notícias da Enfermagem

Cofen e Sofia Feldman promovem qualificação em Enfermagem Ginecológica

A Comissão Nacional de Saúde da Mulher do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), em conjunto com o Hospital Sofia Feldman, promoveu aos conselhos das regiões norte e nordeste, na última quinta-feira (3/6), o curso de qualificação da consulta em Enfermagem Ginecológica com ênfase na saúde reprodutiva e nos métodos contraceptivos. A expectativa é de que o conhecimento adquirido pelos regionais seja reproduzido nos estados, contribuindo para a qualificação da assistência, para a redução dos índices de mortalidade materna e para expansão do acesso ao planejamento sexual e reprodutivo.

O curso foi realizado em formato virtual. Participaram da capacitação representantes dos conselhos de Enfermagem do Amazonas (Coren-AM), do Pará (Coren-PA), do Piauí (Coren-PI) e da Bahia (Coren-BA). “A parceria entre Cofen, Sofia Feldman e Conselhos Regionais busca assegurar a qualidade do planejamento familiar, ampliando o acesso à atenção primária com foco na redução da mortalidade materna e fortalecendo os indicadores de saúde para uma qualidade de vida reprodutiva adequada para mulheres e homens”, destacou Herdy Alves, coordenador da Comissão Nacional de Saúde da Mulher.

Maior força da saúde brasileira, a Enfermagem, através dos profissionais enfermeiros, exerce papel primordial na execução do planejamento sexual e reprodutivo ao longo do país. A qualificação em Enfermagem Ginecológica é capaz de promover a ampliação dos métodos contraceptivos e a redução das taxas de mortalidade materna e infantil.

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) estima que até 92% das mortes maternas são evitáveis. As principais complicações, que representam quase 75% dos óbitos, são: hipertensão (pré-eclâmpsia e eclampsia); hemorragias graves (principalmente após o parto); infecções (normalmente depois do parto); complicações no parto e os abortos inseguros. Permanentemente ao lado dos pacientes, os profissionais de Enfermagem são com frequência os primeiros a detectar os sinais de alerta.

Mortalidade materna — No último dia 28, comemorou-se o Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna. A data, no entanto, evidencia que há muito o que percorrer para que o Brasil de fato possa ter algo a celebrar. Em 2021, as mortes registraram um aumento de 77% sobre o comparativo de 2019, chegando ao maior índice desde 1996.

Base Legal — A consulta de Enfermagem na área da saúde sexual e reprodutiva tem amparo na Lei do Exercício Profissional da Enfermagem,  no inciso II do Art. 8º do Decreto nº 94.406/1987, que regulamenta a Lei nº 7.498/1986. O procedimento também está incluído no protocolo de procedimentos técnicos do Ministério da Saúde.

Fonte: Ascom – Cofen

Comentários
Christiane Ribeiro
Técnico de Enfermagem Intensivista (há 12 anos), atuante em UTI Adulto: Geral, Cardiológica, COVID-19. Além de ser profissional de saúde, sou ilustradora digital, e nos tempos livres dedico à ilustrações da saúde para estudantes e profissionais, e também sou uma influenciadora digital na enfermagem.
https://enfermagemilustrada.com